top of page

PODE PERDÃO E FÉ ESTAREM LIGADOS?

E Jesus, vendo a fé deles, disse ao paralítico: Filho, tem bom ânimo, perdoados te são os teus pecados.

Mateus 9:2

A chegada do paralítico carregado por outros demonstra a comunidade em ação. Esse ato de solidariedade reflete a ideia bíblica de que a fé muitas vezes é vivenciada e expressa em comunidade. A fé não é apenas uma experiência individual, mas também uma expressão coletiva que pode impactar a vida dos outros.


A reação de Jesus ao ver a fé daqueles que trouxeram o paralítico é significativa. Ele não apenas vê a condição física, mas também percebe a fé subjacente. Essa observação destaca que a fé é mais do que uma ação externa; é um estado interno reconhecido por Cristo.


O pronunciamento de Jesus, "Tem ânimo, filho; estão perdoados os teus pecados", é revelador. Ele vincula diretamente o perdão dos pecados à fé manifesta. A fé, neste contexto, não é apenas a crença em milagres físicos, mas uma confiança profunda na capacidade de Jesus de lidar com as questões espirituais.

Outras passagens bíblicas também conectam a fé e o perdão. Em Marcos 2:5, durante um episódio semelhante, Jesus diz: "Filho, os teus pecados estão perdoados." Essa repetição em diferentes contextos reforça a ideia de que o perdão dos pecados está intrinsecamente relacionado à fé no poder transformador de Jesus.


A cura física do paralítico, que ocorre posteriormente no relato, demonstra a interconexão entre o perdão espiritual e a restauração física. Jesus não apenas trata das consequências físicas do pecado, mas vai à raiz espiritual, oferecendo redenção completa.


A expressão "Tem ânimo, filho" ressalta o impacto emocional do perdão. É uma restauração integral que não apenas corrige a condição espiritual, mas também infunde esperança e ânimo. Isso nos lembra que o perdão de pecados é um ato de graça que vai além da mera anulação da culpa.


Em resumo, Mateus 9:2 destaca a ligação intrínseca entre o perdão de pecados e a fé. A fé não apenas desencadeia milagres físicos, mas é reconhecida por Jesus como um canal para a redenção espiritual. Essa narrativa nos desafia a considerar como nossa fé pode impactar não apenas nossa vida, mas também a vida daqueles ao nosso redor, enquanto buscamos a plenitude do perdão e da restauração em Cristo.


Louvado seja Deus pela sua vida,



PASTOR ERIK SANTANA

Bacharel em Teologia, com especialização em Escatologia e Episcopologia, pelo International Seminary Hosanna and Bible School.




20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page