top of page

QUAL É A CONEXÃO ENTRE RELACIONAMENTO E CONHECIMENTO?

E isto vos farão, porque não conheceram ao Pai nem a mim.

João 16:3

A pergunta fundamental que surge ao contemplarmos João 16:3 é: "Como o conhecimento impacta nossa comunhão com Deus?" O versículo declara: "E isto vos farão, porque não conheceram ao Pai nem a mim."


O entendimento inicial do contexto revela que Jesus está alertando sobre a hostilidade que Seus seguidores enfrentarão, motivada pela falta de conhecimento verdadeiro acerca de Deus. Isso levanta a questão crucial sobre como o conhecimento, ou a ausência dele, afeta não apenas nossa compreensão teológica, mas também nossa proximidade e relacionamento com Deus.


A ênfase no "não conheceram ao Pai nem a mim" destaca a conexão intrínseca entre o conhecimento e a comunhão com Deus. Em Oséias 6:6, encontramos uma declaração paralela: "Porque eu quero o amor, e não o sacrifício; e o conhecimento de Deus, mais do que os holocaustos." Aqui, Deus revela Sua preferência por um relacionamento baseado no conhecimento íntimo e verdadeiro.


O conhecimento mencionado em João 16:3 vai além de meros fatos teológicos; trata-se de uma profunda compreensão que influencia nossa resposta a Deus. Em Filipenses 3:8, Paulo expressa: "Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor." Esse conhecimento transformador leva a uma comunhão mais profunda e a uma resposta mais genuína a Deus.

A falta de conhecimento é apresentada como uma barreira para a comunhão verdadeira. Em Oseias 4:6, Deus lamenta: "O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhecimento." Aqui, a ausência de conhecimento é vinculada a consequências negativas, sublinhando a importância do conhecimento para uma comunhão saudável com Deus.


O conhecimento genuíno não é apenas intelectual, mas envolve relacionamento e experiência pessoal. Em 1 João 2:3, lemos: "Nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos." Essa perspectiva ressalta que o conhecimento íntimo de


Deus se manifesta em obediência e relacionamento ativo com Ele.

Em resumo, João 16:3 nos convida a refletir sobre como o conhecimento afeta nossa comunhão com Deus. Esse conhecimento não é apenas teórico, mas envolve uma compreensão profunda e pessoal que influencia nossa resposta a Deus e nossa experiência transformadora de relacionamento com Ele.


Louvado seja Deus pela sua vida,



PASTOR ERIK SANTANA

Bacharel em Teologia, com especialização em Escatologia e Episcopologia, pelo International Seminary Hosanna and Bible School.




20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page