top of page

QUANDO CHEGAM BOAS NOTÍCIAS?

E, depois que João foi entregue à prisão, veio Jesus para a Galileia, pregando o evangelho do Reino de Deus.

Marcos 1.14

O início da pregação de Jesus foi logo sentido e conhecido em Israel, porque Ele ia de cidade em cidade levar as Boas-Novas do Reino de Deus. Mateus falou do sucesso do Mestre: E percorria Jesus toda a Galileia, ensinando nas suas sinagogas, e pregando o evangelho do Reino, e curando todas as enfermidades e moléstias entre o povo (Mt 4.23). Sua ordem é que preguemos a mesma mensagem!


Quem está aprisionado às obras malignas não tem de esperar até “quando Deus quiser” para ver o mesmo poder libertá-lo, porque, assim como o Pai enviou Jesus, também envia Seus servos fiéis. O Altíssimo espera que levemos o divino poder de curar aos doentes e demais sofredores. Nunca se viu tanta tirania do diabo como em nossos dias. É preciso obedecer à determinação do Senhor de libertar o aflito!


O Mestre orientou o povo a crer na mensagem dada pelo Pai, que também já estava escrita na Lei, nos profetas e nos Salmos. Quando a ministração aos sofredores é a mesma realizada por Jesus, as pessoas creem, e Deus age na vida delas. Não temos de criar nem aceitar outros métodos de encher as igrejas. Se fizermos isso, declararemos que o Todo-Poderoso desconhece a melhor forma de operar. Será?


Faltam maravilhas, prodígios e sinais em nosso meio por causa do tipo de mensagem anunciada. Assim está escrito: Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? E como crerão naquele de quem não ouviram? E como ouvirão, se não há quem pregue? (Rm 10.14). Fale a verdade!

O seu problema pode ser congênito (desde o nascimento, ou antes dele), mas, ao ler a Bíblia com isenção, examinando-a, segundo Cristo mandou, a fé entrará em seu coração para receber a cura. Além disso, observará, em um abrir e fechar de olhos, que é um crime contra os oprimidos mudar as orientações celestiais. Ora, não dê atenção às declarações do homem, e sim às do Senhor, que tudo sabe. Duvidar da Palavra é aceitar o maligno como senhor!


Veja, a morte foi tragada na vitória de Jesus: E, quando isto que é corruptível se revestir da incorruptibilidade, e isto que é mortal se revestir da imortalidade, então, cumprir-se-á a palavra que está escrita: Tragada foi a morte na vitória (1 Co 15.54). Ao crer no sacrifício de Cristo pela humanidade, a qual era dominada e escravizada pelo mal, você se liberta completamente e pode ser usado para livrar milhares de almas das trevas.


Não há substituto para a Boa Notícia do que Jesus fez na Sua morte, pois ela traz o poder de realizar aquilo que anuncia. Paulo, em plena tempestade, disse que, certamente, nada aconteceria com a tripulação, conforme o anjo do Senhor lhe dissera. A seguir, pegou o pão, deu graças a Deus e passou a comer. Então, os outros o seguiram (At 27.7-36). Coma o Pão, e os outros o seguirão!


Louvado seja Deus pela sua vida,



PASTOR ERIK SANTANA

Bacharel em Teologia, com especialização em Escatologia e Episcopologia, pelo International Seminary Hosanna and Bible School.




7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

תגובות


bottom of page