top of page

POR QUE CRER NA PROMESSA DE DEUS?

Não fui eu que ordenei a você? Seja forte e corajoso! Não se apavore nem desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar".

Josué 1:9

O versículo de Josué 1:9 é uma fonte inesgotável de encorajamento: "Não te ordenei? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andares." Esta poderosa declaração nos desafia a explorar como a promessa de Deus inspira nossa coragem, nos chamando a não temer.


A instrução inicial, "Não te ordenei?", lembra-nos que a coragem não é apenas uma opção, mas uma ordem divina. A base dessa ordem é a autoridade soberana de Deus sobre nossas vidas, indicando que Ele capacita e fortalece aqueles que obedecem Sua chamada.


A tríade "sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes" revela a profundidade da confiança que Deus deseja que cultivemos. Essas palavras não são apenas um estímulo temporário, mas uma postura contínua que Deus espera que mantenhamos diante dos desafios da vida.


O motivo para nossa coragem é enfatizado na segunda parte do versículo: "porque o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andares." Aqui, a promessa da presença divina é destacada. Isso não significa ausência de dificuldades, mas a certeza de que Deus está conosco em meio a todas as circunstâncias.

Outras passagens bíblicas ecoam a exortação para não temer. Em Isaías 41:10, encontramos: "Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou o teu Deus." Essa repetição reforça a constância do cuidado de Deus, independentemente das circunstâncias.


A ordem para não temer não nega a realidade de desafios e adversidades. Pelo contrário, reconhece a presença constante de Deus como a âncora de nossa coragem. Em João 16:33, Jesus diz: "No mundo, passais por aflições; mas tende bom ânimo; eu venci o mundo." Essa vitória de Cristo é a base da nossa coragem.


A coragem inspirada pela promessa de Deus não é uma bravura superficial, mas uma confiança profundamente enraizada na fidelidade divina. Ela nos desafia a olhar além das circunstâncias imediatas e a confiar na soberania de Deus sobre nossa vida.

Em resumo, Josué 1:9 nos convoca a considerar como a promessa de Deus nos inspira a não temer. Não é uma simples exortação, mas uma convocação para cultivarmos uma coragem fundamentada na presença constante de Deus em nossas vidas, independentemente de onde a jornada nos leve.


Louvado seja Deus pela sua vida,



PASTOR ERIK SANTANA

Bacharel em Teologia, com especialização em Escatologia e Episcopologia, pelo International Seminary Hosanna and Bible School.




36 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Hozzászólások


bottom of page