top of page

POR QUE LEMBRAR DO QUE PASSOU?

Lembrai-vos das coisas passadas desde a antiguidade: que eu sou Deus, e não há outro Deus, não há outro semelhante a mim.

Isaías 46.9

É bom nos recordarmos das situações passadas, tristes ou alegres, para não cairmos nas garras do diabo, como fez Adão, que, deliberadamente, comeu do fruto proibido pelo Altíssimo e viu o quanto a sua atitude lhe custou. Sempre que lhe vier alguma tentação, repreenda-a logo. Caso dê lugar ao diabo, você permitirá que ele o domine, e o preço será altíssimo até você se arrepender do erro.


No episódio de Baal-Peor, os israelitas se misturaram com as moabitas, prostituindo-se com elas. Resultado: foram enforcadas 24 mil pessoas (Nm 25.1-9). A consequência do pecado sempre será a pior possível: a morte eterna. Quem não vigia nem ora, ao pressentir a tentação, declara que não quer dar ouvidos ao Espírito Santo, que pode convencê-lo do pecado, da justiça e do juízo (Jo 16.8). Você é responsável pelos seus atos!


Lembre-se da dura sentença que Adão e Eva receberam pela transgressão praticada, a qual, até hoje, faz a humanidade sofrer as investidas dos demônios. Essa opressão só deixa de existir para os verdadeiros servos de Deus. Quem não resiste ao diabo o terá por perto o tempo todo (Tg 4.7). A pessoa que aceita pensar nas propostas do maligno se torna escrava dele (Rm 6.16). Liberte-se dessa escravidão!


As promessas antigas são a nossa herança. Tudo o que o Eterno prometeu a Abraão nos pertence; logo, podemos reivindicar tais direitos. Somos parte da grande nação da fé, abençoada primeiro no patriarca e, por fim, em Jesus. Ao filho de Tera foi dito que ele seria uma bênção (Gn 12.2). A Bíblia diz: Portanto, ninguém se glorie nos homens; porque tudo é vosso (1 Co 3.21).

Do nada o Senhor fez todas as coisas. Por certo, quando vier a consumação dos séculos, Deus criará em nós algo nunca dito, visto ou imaginado, e seremos semelhantes a Ele, pois não desprezamos Seu grande amor. Pobres daqueles que foram iluminados, mas, depois, se desviaram, amando o presente século, agiram desonestamente e se deram ao diabo para praticar toda sorte de impurezas. Vigie!


Olhe para a obra feita na cruz do Calvário, onde Cristo pagou com o Seu sangue pelos nossos pecados, para deixarmos o reino do diabo, sermos salvos e fazermos parte do seu Corpo. Não há mais condenação para quem aceitar Jesus e se tornar filho de Deus, desde que não viva segundo a carne, mas segundo o Seu Espírito. Lembre-se desse importante detalhe e viva!


Jamais se esqueça de que, na cruz, após receber nossas dores e enfermidades, bem como as nossas iniquidades, e o castigo que nos traz a paz, Ele declarou: Está consumado! (Jo 19.30). Nada pode nos separar do amor de Deus, que está em Cristo, o amado Salvador. Declare-se liberto de todo mal agora e viva abençoado.


Louvado seja Deus pela sua vida,



PASTOR ERIK SANTANA

Bacharel em Teologia, com especialização em Escatologia e Episcopologia, pelo International Seminary Hosanna and Bible School.




13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page