top of page

COMO SE COLOCAR NA FRESTA DE DEUS?

Nos lábios do rei se acham decisões autorizadas; no julgar não transgrida, pois, a sua boca.

Provérbios 16.10

Vamos aprender a nossa posição diante de Deus, para que não estejamos abertos à operação do reino das trevas. Primeiro, veremos quem somos diante do Senhor e de todas as coisas. A Bíblia fala da obra de Cristo na cruz: E cantavam um novo cântico, dizendo: Digno és de tomar o livro e de abrir os seus selos, porque foste morto e com o teu sangue compraste para Deus homens de toda tribo, e língua, e povo, e nação (Ap 5.9).


Nenhum pregador do Evangelho, ainda que seja o mais tradicional, tem dúvidas de que a mensagem desse versículo é verdadeira. Quem sente o arrependimento e aceita Jesus como Salvador e Senhor torna-se filho de Deus. A Palavra revela que Ele nos fez reis e sacerdotes: E para o nosso Deus os fizeste reis e sacerdotes; e eles reinarão sobre a terra (Ap 5.10). Isso é verdade, ou exagero?


O apóstolo Paulo nos ensina que o nosso domínio é agora, em vida: Porque, se, pela ofensa de um só, a morte reinou por esse, muito mais os que recebem a abundância da graça e do dom da justiça reinarão em vida por um só, Jesus Cristo (Rm 5.17). Os que eram oprimidos pelo reinado da morte, do pecado e suas consequências devem reinar, pois têm a última palavra. O crente não precisa decidir se é rei ou não, porque Jesus já o fez ser para Deus!


O profeta Isaías falou que Cristo nos substituiu – sofreu os pecados, as doenças e os demais males em nosso lugar: Verdadeiramente, ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputamos por aflito, ferido de Deus e oprimido. Mas ele foi ferido pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e, pelas suas pisaduras, fomos sarados (Is 53.4,5). Você crê nisso?

Depois de mais de 700 anos que o profeta revelara a razão da morte de Cristo por nós, o apóstolo Pedro enfatizou a seguinte verdade: Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados (1 Pe 2.24). Se o pecador pode crer e ser salvo pelo fato de Jesus tê-lo substituído, o doente também pode ser curado!


Mateus, escrevendo o seu evangelho, reafirmou as palavras de Isaías: E, chegada a tarde, trouxeram-lhe muitos endemoninhados, e ele, com a sua palavra, expulsou deles os espíritos e curou todos os que estavam enfermos, para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades e levou as nossas doenças (Mt 8.16,17). Se havia dúvidas quanto o fato de Cristo curar, agora não há mais!


Se você crê na Palavra, considere-se rei para o Senhor. Assuma a revelação bíblica que alcançou o seu coração! As decisões autorizadas estão na sua boca; portanto, pare de prevaricar! Não faça acordo com o diabo, mas confirme o que Deus diz! Você tem o poder de fazer o bem. Use-o!


Erik Santana

12 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commenti


bottom of page